E a Vez Que Oscar Niemeyer Projetou Uma Nova Capela Para o “Morro da Capelinha” em Planaltina DF Que Nunca Saiu do Papel ūüė•

GDF pagou R$ 653 mil por trabalhos de Niemeyer que nunca saíram do papel entre eles a nova Capela do Morro da Capelinha em Planaltina DF

809ba910cc477e23956f07600536d46a

Projeto de capela, por Niemeyer,  para  o Morro
da Capelinha, em Planaltina que nunca saíram do papel (Foto:Divulgação)

Há sete anos, Brasília perdia o homem que conseguiu traduzir o feito político e histórico da criação da nova capital em arquitetura. Oscar Niemeyer morreu aos 104 anos, mas a cidade ainda tinha esperanças de continuar recebendo suas marcas porque antes de morrer o arquiteto deixou vários projetos no papel. Hoje, já não se tem muita certeza sobre a possibilidade de seus projetos saírem do papel que é uma pena.

Segundo a Funda√ß√£o Oscar Niemeyer, de 1957 a 2009, o arquiteto projetou mais de 40 obras para Bras√≠lia que n√£o sa√≠ram do papel entre elas: um aeroporto, est√°dio, ponte no Lago Norte, Samb√≥dromo em Ceil√Ęndia Pra√ßa do Povo na Esplanada dos Minist√©rios e uma Capela no Morro da Capelinha em Planaltina.

Praça da Soberania causou polêmica

(Praça do Povo causou polêmica, Divulgação/Escritório de Oscar Niemeyer)

Projeto de Niemeyer para samb[odromo de Brasília (Foto: TV Globo/ Reprodução)

Projeto de Niemeyer para sambódromo de Brasília (Foto: TV Globo/ Reprodução)

Em 2009, Niemeyer divulgou um projeto de uma pra√ßa na Esplanada dos Minist√©rios a Pra√ßa do Povo, perto da Rodovi√°ria do Plano Piloto, com obelisco triangular de cem metros de altura, e um estacionamento subterr√Ęneo para 3 mil ve√≠culos. O Minist√©rio P√ļblico pediu explica√ß√Ķes ao ent√£o governador do Distrito Federal, Jos√© Roberto Arruda, e ao Instituto do Patrim√īnio Hist√≥rico e Art√≠stico Nacional (Iphan). O projeto n√£o saiu do papel. Cr√≠ticos alegaram que a obra feriria a √°rea tombada de Bras√≠lia, dificultando a vista para o Congresso Nacional.

Para atender uma antiga reivindicação dos frequentadores da Via Sacra no Morro da Capelinha e da população de Planaltina, uma igrejinha foi projetada pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Elaborada em maio de 2012, a planta foi entregue pelo escritório do artista ao Governo do Distrito Federal. Segundo o GDF as obras da Capela de Planaltina já era para terem sido concluídas na Semana Santa de 2014. Obra que não aconteceu e pelo visto não vai acontecer tão cedo.

‚ÄúA constru√ß√£o do projeto refor√ßar√° o aspecto cultural de uma das manifesta√ß√Ķes religiosas mais expressivas do pa√≠s: a Via Sacra em Planaltina, que completa 40 anos em 2013. A consolida√ß√£o da Capelinha, com a assinatura de Niemeyer, garantir√° maior valor art√≠stico ao evento‚ÄĚ, afirmou o ent√£o governador Agnelo Queiroz em 2012.

Infelizmente o projeto n√£o sair√° do papel, por√©m podemos apreciar uma obra projetada pelo lend√°rio Oscar Niemeyer para a nossa popula√ß√£o de Planaltina. Quem sabe em algum governo esse projeto saia do papel? A esperan√ßa √© a √ļltima que morre.

Projeto de capela idealizada por Niemeyer para o Morro da Capelinha, em Planaltina (Foto: Divulgação)

Projeto de capela, por Niemeyer,  para  o Morro
da Capelinha, em Planaltina (Foto:Divulgação)

Estrutura¬†‚Äď Os inconfund√≠veis tra√ßos de Niemeyer detalham com precis√£o o novo projeto da Capela de Planaltina, que possui cinco placas de concreto, de tamanhos diferentes, convergindo para o c√©u. Vista do alto, a obra lembra um grande catavento.

Além disso, vitrais coloridos serão colocados entre as placas, para garantir iluminação mais ampla. A nova capelinha poderá comportar cerca de 50 pessoas e receberá investimento de aproximadamente R$ 400 mil.

“Arquitetura n√£o constitui uma simples quest√£o de engenharia, mas uma manifesta√ß√£o do esp√≠rito, da imagina√ß√£o e da poesia‚ÄĚ
Oscar Niemeyer, arquiteto

O √ļltimo projeto do arquiteto Oscar Niemeyer executado em Bras√≠lia foi a Torre de TV Digital “Flor do Serrado”. Instalada na regi√£o do Colorado, perto de Sobradinho, a torre tem duas c√ļpulas de vidro, que abrigam um restaurante, uma sala de exposi√ß√Ķes e um mirante para 74 pessoas. A torre foi constru√≠da num dos pontos mais altos do DF, de onde √© poss√≠vel ver Bras√≠lia e v√°rias regi√Ķes administrativas.

A √°rea total constru√≠da √© de 8,5 mil metros quadrados. A constru√ß√£o tem 185 metros, o equivalente a 60 andares. A obra, conhecida como ‚Äúflor do cerrado‚ÄĚ, custou R$ 80 milh√Ķes e foi inaugurada em abril passado, com atraso de dois anos.

Morro da Capelinha, Planaltina DF

Carta de Niemeyer

Explicação Necessária

Em minha obra ‚ÄúAs igrejas de Oscar Niemeyer‚ÄĚ, desde o seu pr√≥logo, procurei esclarecer que, quando projeto uma igreja ‚Äď seja uma capelinha, seja uma catedral (a exemplo da de Bras√≠lia) ‚Äď, o prazer que sinto em ver uma obra bem realizada √© muito menor do que a import√Ęncia a essa atribu√≠da por aqueles que v√£o frequent√°-la. A raz√£o √© bastante simples de se explicar: √© ali que acreditam estarem perto de Deus

Mas confesso que me agrada muito projetar uma obra dessa natureza, que não raro estimula a fantasia do arquiteto. Mesmo de quem já atendeu a tantos programas dessa ordem, de maior ou menor complexidade, o que me ocorreu praticamente desde o momento inaugural de minha trajetória profissional a que corresponde o conjunto da Pampulha, onde se destaca a igreja de São Francisco de Assis

√Č claro que muito me alegra participar da festa dos 40 anos da Via Sacra de Planaltina ‚Äď reconhecida j√° em 2008 como patrim√īnio cultural e imaterial de Bras√≠lia pela Secretaria de Cultura do Distrito Federal ‚Äď desenhando esta capela que dever√° ser erguida no Morro da Capelinha. Para subi-lo quando da encena√ß√£o daquela Via-Sacra, inclu√≠da por toda a justi√ßa no calend√°rio oficial de eventos do Distrito Federal (com a presen√ßa de um p√ļblico superior a 150.000 pessoas), um conjunto de 1.400 atores √© mobilizado. Nessa mesma participa√ß√£o residiria a for√ßa cultural de uma religiosidade indiscut√≠vel

Fico muito feliz em haver desenhado uma igrejinha que irá despertar surpresa por sua forma pouco convencional, capaz de sobressair como uma joia lapidada, naquele lugar onde se fincou em 7 de setembro de 1922 a pedra fundamental de Brasília a fim de se assinalar o desejo de se construir aí a futura capital de nosso país

E fico muito feliz ainda com uma previs√£o que realizei de modo a valorizar o projeto: desta mesma capelinha, que dever√° constituir o ponto mais alto de Planaltina, haver√° um forte contato visual com outra obra por mim projetada, no alto do Colorado, a Torre de TV Digital, recentemente inaugurada pelo governador Agnelo Queiroz

Releio este texto e v√™m-me √† mem√≥ria as belas palavras do meu amigo Silvestre Gorgulho, que muito me animou a prosseguir os meus estudos desta igrejinha: pela capela do Morro da Capelinha e pela Torre do alto do Colocado o c√©u de Bras√≠lia vai se aproximar mais ainda de nossos cora√ß√Ķes.

‚ÄĒ‚ô•‚ÄĒ

E aí meninas gostaram do post de hoje? Deixe aqui nos comentários e compartilhe esse post nas suas redes sociais para ajudar na divulgação do nosso blog. No Instagram do Blog todos os dias sai uma dica que não está aqui no blog. Aguardo vocês lá.

Beijos. Até a próxima.

Deixe um coment√°rio

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s