Especial Natal ūüéĄ Conhe√ßa a hist√≥ria do panetone, um dos s√≠mbolos do Natal

S√≠mbolo do Natal, o panetone √© um brioche milan√™s envolto em hist√≥rias e origens bem legais e rom√Ęnticas. Saiba tamb√©m a hist√≥ria do doce no Brasil

IMG_4577Rjcastilho.jpg

Se tem uma √©poca do ano que tor√ßo para que chegue logo √© o Natal para poder cair de boca nas del√≠cias natalinas. Um dos s√≠mbolos da¬†tradi√ß√£o natalina, o¬†panetone¬†nasceu de um costume antigo dos milaneses, no norte da It√°lia, de preparar¬†p√£es¬†doces para as celebra√ß√Ķes de fim de ano. Voc√™ j√° deve ter se deparado com as primeiras fornadas dos panetones nos supermercados e isso quer dizer que o fim de ano se aproxima e √© sobre ele que vamos falar agora.

Desde o século 13 (embora se acredite que a tradição seja ainda mais antiga), os milaneses já incrementavam o modesto pão de todo dia com ingredientes especiais, como mel e especiarias. Já os primeiros registros dos ancestrais do panetone, com frutas cristalizadas e uva-passa, tal como o conhecemos, teriam surgido por volta do século 14, também em Milão.

Assim como a data de nascimento √© imprecisa, muitas s√£o as lendas que narram sua gloriosa cria√ß√£o. Uma das hist√≥rias conta o infort√ļnio do cozinheiro do nobre Ludovico, o Mouro, que esquece a sobremesa do almo√ßo natalino no forno e queima o doce. A salva√ß√£o chega como jovem Toni, um reles ajudante de cozinha que prepara uma nova receita com os ingredientes √† m√£o: farinha, manteiga, ovo, frutas cristalizadas e uva-passa. E assim nasce o ‚Äúpan de Toni‚ÄĚ.

Outra lenda, mais rom√Ęntica, conta que um nobre cavalheiro, apaixonado pela filha do padeiro, se disfar√ßa de ajudante para trabalhar na cozinha e cria um p√£o doce para conquistar a donzela e o pai dela. Apesar das hist√≥rias, o mais prov√°vel √© que panetone, que quer dizer p√£o grande, venha do diminutivo italiano da palavra p√£o (panetto) como superlativo (panone).

No Brasil, a tradi√ß√£o italiana chegou junto com os primeiros imigrantes entre 1830 e 1960. Por√©m, desde 1939 a confeitaria Di Cunto, paulistana da Mooca, sendo a mais antiga fabricante de Panettones em atividade no Brasil. Na segunda quinzena de outubro a produ√ß√£o come√ßa a funcionar a todo vapor para dar conta dos mais de 70 mil quilos que saem dos fornos pouco antes do natal. Na Di Cunto tem panetone o ano inteiro. O campe√£o de vendas √© o tradicional, mas a casa prepara diversas receitas, como o Panetone Floresta, com massa de chocolate e cereja em licor Maraschino, al√©m do San Gennaro, massa mais baixa com cobertura de pasta de am√™ndoas. ‚ÄúA receita original foi sendo aperfei√ßoada. A fabrica√ß√£o √© artesanal, usamos fermenta√ß√£o natural e todo processo leva cerca de 72 horas‚ÄĚ, diz Marco Alfredo Di Cunto J√ļnior, gerente de marketing da marca.

‚ÄĒūü饂ÄĒ

E aí meninas gostaram do post de hoje? Deixe aqui nos comentários e compartilhe esse post nas suas redes sociais para ajudar na divulgação do nosso blog. Para ver outros posts de Natal acessem no nosso Especial de Natal. No Instagram do Blog todos os dias sai uma dica que não está aqui no blog. Aguardo vocês lá.

Beijos. Até a próxima.

Deixe um coment√°rio

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Voc√™ est√° comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s